segunda-feira, janeiro 29, 2007

Azarujense perde na Amieira.

O Azarujense deslocou-se à Amieira, para a 14ª jornada, onde perdeu por 3 a 2.
A nossa equipa entrou muito bem na partida dominando os primeiros 15 minutos de jogo, chegando ao golo através de uma recarga a um livre marcado por Nuno Ricardo, o golo foi marcado por João Fonte-Boa. Após o golo do Azarujense, o jogo entrou numa fase muito dura com muitas faltas e faltas muito feias, principalmente pela equipa da Amieira que lesionou um jogador nosso num joelho, um lance em que o jogador da Amieira devia ter recebido ordem de expulsão. Nessa fase do encontro a Amieira chegou ao golo através da marcação de um livre.
Até ao intervalo o jogo esteve quase sempre parado e pouco futebol se viu nesses ultimos minutos da primeira parte.
Na segunda parte o Azarujense entrou muito bem, mais uma vez, e dominou completamente toda a segunda parte do encontro. O Azarujense chegou ao segundo golo através de Jaime num golo surgido através de um pontapé de canto.
No minuto seguinte, com alguma desconcentração da equipa do Azarujense, a Amieira chegou ao empate num lance de contra-ataque.
A equipa do Azarujense desconcentrou-se um pouco nos ultimos minutos e a Amieira chega á vitória noutro lance de contra-ataque, e faz o 3 a 2 final.
Em suma, uma segunda parte completamente dominada pelo Azarujense e a equipa da Amieira a marcar 2 golos em contra-ataque.

Neste jogo há a realçar algumas atitudes que nada credibilizam o futebol; em primeiro um destaque pela negativa ao público da Amieira e até a alguns dirigentes da Amieira, que após o segundo golo da equipa local correram direito ao banco do Azarujense e ofenderam gravemente todas as pessoas do Azarujense que se ali encontravam, principalmente o nosso treinador. Nem a segurança que se encontrava no local do encontro conseguiu travar a euforia negativa dos adeptos e dirigentes da equipa da Amieira, que ofenderam duramente o nosso treinador e todas as pessoas que se encontravam no banco, uma acção indiscritível que nada dá valor ao futebol, pelo contrário, só afasta as pessoas do futebol.
Em segundo lugar também ouve no encontro alguns comentários menos próprios para um atleta, de cor, do Azarujense que se encontrava em campo, levando o nosso atleta a ser punido com cartão amarelo e o atleta da equipa local não foi admoestrado, pois seria o segundo, logo o cartão vermelho, um lance que o árbitro deveria ter intervido para os dois jogadores e não só para o jogador ofendido.
Em terceiro, e por ultimo, uma chamada de atenção para um elemento da equipa de arbitragem que, junto a alguns jogadores do Azarujense disse que, passo a citar, "cada vez gosto mais de vir arbitrar à Amieira".
Também gostaria de realçar que a equipa de arbitragem não teve influencia directa no resultado, mas as futuras equipas de arbitragem que se desloquem à Amieira, devem conseguir ultrapassar a pressão que os adeptos e jogadores da Amieira exercem sobre o árbitro, e não se deixarem influenciar.


O Azarujense alinhou com:
Nuno Carvalho, Nuno Ricardo(cap.), Nelson Rosa, Luis Pauzinho, Jaime Carvalho, Bruno Oliveira, Hugo Serradeiro, Pedro Freixial, João Fonte-Boa, Fred e Carlos Pereira.

No banco do Azarujense estavam:
Paulo Passarinho, Luis Patalona, Rui CasasNovas, Paulo Ricardo e Paulo Rolo.

Sairam no encontro:
Hugo Serradeiro e João Fonte-Boa.
Entraram no encontro:
Paulo Ricardo e Paulo Rolo.

Golos:
João Fonte-Boa e Jaime Carvalho.

6 comentários:

Anónimo disse...

visitem:
http://bolanamesa.blogspot.com
um blog mantido por 2 sportinguistas, 2 portistas e 2 benfiquistas, onde o insulto gratuito pessoal é a ordem do dia.

andre_vedder disse...

è só para informar que hoje é um dia cheio de futebol em directo na tv.

Dêem uma olhadela no:

www.futebolnatv.blogspot.com

Está lá tudo...
abraços

Anónimo disse...

Não querendo desculpar as atitudes de alguns adeptos do GDAmieira, que de verdade aquando do 2º golo se dirigiram nos seus festejos para o banco do azarujense, deveria ser também descrito por quem escreveu esta crónica do jogo bastante tendenciosa, que o banco do azarujense, nomeadamente o seu treinador, aquando da marcação do seu 2º golo fez questão de o "dedicar" aos adeptos da casa de forma provocatória... Como o golo do GDAmieira aconteceu logo de seguida essa manifestação acabou por ser a "resposta" natural dos adeptos locais.
Quanto aos alegados insultos ao jogador de cor do azarujense, deverá ser dito, que ambos os jogadores se provocaram mutuamente durante grande parte do jogo e é obvio que o jogador do azarujense não terá sido admoestado com o cartão amarelo pelo arbitro da partida por ter sido insultado pelo adversário !!! mas sim, porque o jogador do azarujense sabendo que o jogador do GDAmieira ja tinha um cartão amarelo procurou a provocação no intuito de levar a reacções do jogador da casa que levassem o arbitro a mostrar o 2º amarelo, tendo essa atitude sido observada pelo arbitro assistente que chamou a atenção do seu chefe de equipa.
De lamentar tambem a chamada de atenção "para as futuras equipas de arbitragem que se desloquem á Amieira".
Faltou também nesta crónica ao jogo a referencia ao 1º golo do azarujense que surgiu de uma falta inexistente, que o jogador que (não) a sofreu poderá confirmar...
Quanto ao domínio de jogo não observei esse domínio referido... mas pronto, cada um escreve o que quer que seja lido por terceiros.
No entanto penso que foi um jogo mal jogado, por parte de duas equipas para quem os pontos fazem muita falta nesta altura do campeonato e daí o nervosismo, no jogo e em certas atitudes, observado no encontro.

Milharinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Milharinha disse...

Quanto a mim foi um jogo duro mas bem disputado, competitivo.
O árbitro foi quem complicou o seu próprio trabalho, assinalando faltas inexistentes e mostrando cartões sem nexo.
E como acontece muitas vezes, quanto mais interrupções mais nervosismo nos jogadores e menos probabilidades de bom jogo.
Achei que houve realmente algum domínio do Azarujense durante a 2ª parte, nomeadamente até aos 35 minutos, altura do 1-2. Logo de seguida o Amieira empatou e aproveitou o balanceamento ofensivo do Azarujense para, mesmo no final, fazer o golo da vitória.
Lamento o excesso de cartões num jogo em que os jogadores até se respeitaram bastante, e as entradas foram as normais neste campeonato.
Quanto aos incidentes na bancada e no banco do Azarujense, a verdade é que não sei quem começou, uma vez que estava dentro do campo.
Só lamento, sem prejuizo para nenhuma das partes, que estivessem apenas dois soldados da GNR, quanto no nosso campo somos sempre obrigados a pagar 3 (pelo menos)!

Anónimo disse...

Azaruja é MERDA!!!!!!!!!!!!!